Soluções de sequenciamento para combater a COVID-19

Atualizado: Abr 14

Como foi exaustivamente exposto a toda a sociedade, a COVID-19 é uma doença causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 e, apresenta um quadro clínico imprevisível que pode variar de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves que podem levar a óbito.

O primeiro caso oficialmente descrito da doença foi em dezembro de 2019 em Wuhan, na China, e vem se espalhando rapidamente pelo mundo inteiro, representando um desafio para a segurança da saúde pública global. Novas variantes do vírus SARS-CoV-2 têm surgido em taxas surpreendentemente rápidas, com suspeitas de serem mais virulentas do que o vírus inicialmente isolado e causando preocupações crescentes de que estas não sejam sensíveis às vacinas atuais e que reinfecções possam ser mais prováveis. A vigilância e controle da pandemia, através de metodologias de sequenciamento de nova geração, têm se mostrado uma ferramenta fundamental para a identificação dessas novas variantes, orientando as tomadas de decisão que visam minimizar os impactos da COVID-19 na população de todo o mundo. Desde o início do surto de COVID-19, a MGI, subsidiária do grupo global de genômica BGI, vem se esforçando ativamente para contribuir no combate à COVID-19 através de seu conhecimento e recursos completos em genômica. A companhia desenvolveu uma solução altamente sensível e precisa para sequenciamento completo do genoma viral de SARS-CoV-2, o ATOPLEX mPCR-based Massively Parallel Sequencing (MPS).

Em uma primeira etapa, o RNA genômico viral é convertido em cDNA e amplificado em duas etapas de PCR, onde códigos de barras únicos são ligados às extremidades dos produtos de PCR na segunda reação. A biblioteca de cDNA é, então, circularizada e sequenciada nas plataformas DNBSEQTM (DNA Nanoball Sequencing ou sequenciamento por nanoesfera de DNA). Dessa forma, o sistema permite a genotipagem altamente precisa do novo coronavírus, a partir de concentrações extremamente baixas de vírus (10 cópias/mL). Além disso, os sequenciadores desenvolvidos pela MGI permitem aumentar substancialmente a velocidade e precisão das testagens. O sequenciador DNBSEQ-T7, por exemplo, pode produzir até seis terabases de dados por corrida em um tempo médio de 24 horas.

Embora o kit ATOPLEX seja específico para o novo coronavírus e não detecte outros microrganismos patogênicos, a MGI também oferece serviços de customização, onde painéis de detecção específicos podem ser desenhados para atender as várias necessidades de aplicação. Ficou interessado em saber mais sobre as soluções para estudos genômicos que a MGI tem a oferecer? Se inscreva para o evento de lançamento da MGI, que será no dia 15.04 e fique por dentro de todas as soluções e aplicações deste fornecedor que lhe oferece um conceito totalmente novo para o NGS. Clique no link abaixo e se inscreva!

Inscrição gratuita: Lançamento MGI


Para um atendimento personalizado e específico, entre em contato com nossa equipe de especialistas por e-mail (comercial@pensabio.com.br) ou, ligue para (11) 3868-6500.

56 visualizações